Imagens

Militares espanhóis a caminho de Nisa para ajudar no combate aos fogos

Militares espanhóis a caminho de Nisa para ajudar no combate aos fogos

Uma unidade militar espanhola de emergência, com 158 operacionais, vai reforçar esta noite o combate aos incêndios no concelho de Nisa, distrito de Portalegre, disse a presidente do município, sublinhando que a situação se “mantém preocupante”.

“Esta noite chega ao concelho de Nisa uma coluna militar especializada vinda de Espanha, para combater os fogos. Se tudo correr bem, como está planeado, durante a noite, conseguimos debelar estes incêndios”, afirmou esta ter Idalina Trindade, durante um encontro com jornalistas, na vila de Nisa.

A autarca sublinhou que “o ponto da situação, nesta altura, sem alarmismos, é preocupante”.

Observando que os dois incêndios que lavram no concelho se desenvolveram “em sentido negativo desde hoje de manhã”, Idalina Trindade reconheceu que, apesar do “ataque direto” e dos 11 meios aéreos mobilizados para o combate, “não foi possível debelar as chamas”.

A autarca adiantou que não há registo de casas ardidas, apesar de três aldeias terem sido evacuadas, nem de danos pessoais, e que ainda não foi contabilizada a área já ardida.

“Não há localidades em perigo”, afirmou, apesar de terem sido evacuadas, por precaução, durante a tarde hoje, as localidades de Salavessa, Monte Claro e Falagueira.

Segundo a presidente da câmara municipal, dois bombeiros sofreram queimaduras, foram assistidos nas urgências do hospital de Portalegre e já tiveram alta.

Quanto ao Sistema Integrado das Redes de Emergência e Segurança em Portugal (SIRESP), Idalina Trindade reconheceu apenas que “tem havido algumas falhas em momentos não muito longos”.

Em relação às localidades evacuadas, durante a tarde, a autarca indicou que foram transportadas cerca de 100 pessoas para o pavilhão desportivo de uma escola da vila de Nisa, sede do concelho, mas 20 delas, por terem problemas de saúde, foram encaminhadas, ao início da noite, para a Santa Casa da Misericórdia.

As populações foram retiradas das aldeias de Falagueira, Monte Claro e Salavessa, durante a tarde de hoje, e transportadas para o pavilhão desportivo da Escola Básica do 2.º e 3.º ciclos professor Mendes dos Remédios.

Já na quarta-feira à noite, tinham sido evacuadas as povoações de Falagueira, Vila Flor, Amieira do Tejo e Albarrol, devido às várias frentes de fogo, tendo as cerca de 100 pessoas regressado hoje de manhã às suas casas.

No concelho de Nisa, onde foi ativado o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil, continuavam esta quinta-feira à noite a lavrar dois incêndios, cada um com duas frentes, que mobilizavam, cerca das 23h 464 operacionais, com o apoio de 142 viaturas, segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Os incêndios obrigaram ao corte do Itinerário Principal (IP) 2, no nó Gardete, entre a A23 e Nisa, troço que faz ligação à Barragem de Fratel, no limite com o distrito de Castelo Branco.

Um dos fogos teve origem no de Vila Velha de Ródão, distrito de Castelo Branco, que passou na terça-feira à noite o rio Tejo e chegou ao concelho vizinho de Nisa, através do monumento natural das Portas de Ródão.

O alerta deste incêndio no concelho de Nisa foi dado às 21h34 de terça-feira, nas Portas do Ródão, freguesia de Santana.

Na quarta-feira à tarde, também o fogo de Mação, no distrito de Santarém, se propagou ao concelho de Nisa, começando por Albarrol, na zona de Arez e Amieira do Tejo, tendo o alerta sido dado às 20h49.

Estradas cortadas

Três estradas estão cortadas no distrito de Portalegre devido aos incêndio. “As [estradas cortadas] de Portalegre estão todas circunscritas ao concelho de Nisa, que era, às 22h40, ainda um dos focos de incêndio com mais preocupação”,

Quatro estradas nacionais estavam hoje cortadas às 22:30 por causa de incêndios, três no distrito de Portalegre e uma em Mangualde, no distrito de Viseu, disse à Lusa fonte da GNR.

Em Nisa, estão cortadas desde quarta-feira a Estrada Nacional (EN) 18 e o acesso do IP2 à A23 na zona da ponte do Fratel. Já esta quinta-feira, “por volta das 13h, foi cortada a EN 359, também na zona de Nisa”.

Também no concelho de Mangualde, distrito de Viseu, está cortada a EN 232, desde as 16h devido a um incêndio.

Em Mangualde lavra um incêndio desde as 11h47 de quarta-feira, que teve início em Abrunhosa do Mato, e que às 22h30 desta quinta-feira era combatido por 204 operacionais, segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil na Internet.

Ao longo do dia, segundo a ANPC, desde as 00h foram registadas 96 ocorrências de incêndios florestais.

Além dos dois incêndios de Nisa, um em Albarrol e outro com início nas Portas do Rodão, e do de Mangualde, às 22h30 estavam destacados como importantes na página da ANPC mais dois incêndios: no Gavião (Portalegre) e Almeida (Guarda).

Os incêndios de Sertã (Castelo Branco) e de Penacova (Coimbra) também são considerados ainda duas ocorrências importantes, mas estão em fase de resolução.

Segundo o sítio da ANPC na Internet, às 22h30 verificava-se um total de 60 ocorrências (que inclui incêndios em curso, em resolução e em conclusão), envolvendo no combate 3.290 operacionais, ajudados por 1.031 veículos e dois meios aéreos.

Powered by WPeMatico

A dama da Luz

Últimas

RTP

pub.

Evento

COVID-19 |Sites de Apoio

Linha SNS24 – Serviço online do SNS
SNS - Área do Cidadão do Portal SNS
Direção-Geral da Saúde – Atualiação permanente das últimas informações oficiais
Organização Mundial da SaúdeRelatórios de acompanhamento ao Covid-19
ECDC - Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças

Windy – Tempo na Foz do Guadiana

Visite

lugar-ao-sul
O que leva um conjunto de pessoas de geografias diferentes a encontrarem-se no espaço que a não tem – a web – para escreverem sobre os mais variados temas tendo apenas como farol uma posição cardeal: o Sul?
%d bloggers like this:

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar