Novo troço na linha de Évora

O contrato para a construção do troço ferroviário Alandroal/Linha do Leste, da nova Linha de Évora do Corredor Internacional Sul, foi assinado na passada semana.

O contrato para a construção do troço ferroviário Alandroal/Linha do Leste, da nova Linha de Évora do Corredor Internacional Sul, foi assinado na passada semana.

O investimento é estimado em 130,5 milhões de euros, segundo o comunicado da Infraestruturas de Portugal (IP) e a empreitada pertence ao consórcio Sacyr Somague, S.A./Sacyr Infraestructuras, S.A..

Os intervenientes estão a aguardar o visto-prévio do Tribunal de Contas, para procederem à consignação da obra e o respectivo início.

A empreitada conta com 38,4 quilómetros de extensão, representa um investimento de 130,5 milhões de euros, de acordo com a Infraestruturas de Portugal. É o último dos três troços, cuja construção já foi contratada para a nova Linha de Évora, do futuro Corredor Internacional Sul que vai ligar o Porto de Sines à Fronteira do Caia (Elvas).

A 11 de fevereiro, foi adjudicada a empreitada para a construção do troço Évora Norte/Freixo, num valor de 46,6 milhões de euros, enquanto, a 08 de abril, a Infraestruturas de Portugal anunciou ter assinado contrato para a empreitada do troço Freixo/Alandroal, no valor de 74,5 milhões de euros.

O troço entre Alandroal e a Linha do Leste, no âmbito do Programa Ferrovia 2020, vai envolver, entre outros trabalhos, a construção da infraestrutura de via-férrea, incluindo trabalhos de terraplenagem e do sistema de drenagem, a criação de uma estação técnica e a construção de 13 novas pontes e viadutos ferroviários, o mais extenso com 785 metros e o mais curto com 201 metros.

A construção de 26 obras de arte para a criação de desnivelamentos rodoviários, a execução de caminhos paralelos e caminhos de acesso e emergência contíguos, a vedação do canal ferroviário, trabalhos preparatórios para a colocação de sistemas de Retorno de Corrente de Tração e Terras de Proteção (RCT+TP), telecomunicações, catenária e sinalização são outras das obras previstas.

O novo troço da Linha de Évora, constituído pelos três subtroços, terá uma extensão total de cerca de 100 quilómetros, 80 dos quais de construção nova, em via única eletrificada (25 kV-50 Hz) sobre plataforma para via dupla, balastrada com carril UIC60 e travessa de betão polivalente (preparada para receber a bitola europeia).

Segundo a IP, este contrato agora assinado vai contar com apoios da União Europeia, através do programa Connecting Europe Facility (CEF), ao abrigo de contratos de cofinanciamento com comparticipações que variam entre 40 e 50 por cento.

About the author

novodmin

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar