Abolição de portagens diminui tráfego nas nacionais de Andaluzia

Advertisements

O fim das portagens na autoestrada que liga Sevilha a Cadiz teve a sua prova de fogo durante a ponte de 28 de fevereiro, Dia da Andaluzia, em Espanha. É que esta data é a primeira grande utilização antes da Semana Santa e a prova de motociclismo de Jerez.

A liberalização deste troço da AP-4 em 31 de dezembro, corroborou as espectativas de quantos garantiam um aumento de tráfego por esta via e a quebra de circulação pela antiga estrada nacional, A-4.

Esta autoestrada esteve sob gestão privada durante décadas, em detrimento da alternativa, e o aumento de tráfego, cerca de 30%, não ficou a dever-se apenas a automóveis ligeiros, mas também a veículos pesados, autocarros e camiões, que foram os que, em maior grau, aumentaram a sua presença ao largo da centena de quilómetros que unem as duas capitais andaluzas, revela o diário ABC.


Advertisements

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar