A geografia da escrita e a escrita da geografia por João Tordo

 

Era uma manhã cinzenta, descreve a micaelense Natália Correia, que se pôs a cruzar o mar em direções diferentes: “Por quantas terras fui, por quantas gentes, / Nesta longa viagem que não finda”. As viagens e os lugares são há muito parte do universo criativo dos autores. A escrita bebe dos sítios por onde passam, ainda que não sejam territórios nomeados e tangíveis.

Source: A geografia da escrita e a escrita da geografia por João Tordo – Atualidade – SAPO 24

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d bloggers like this:

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar