Notícias

A luta das escolas de samba

Paraíso do Tuiuti, Império Serrano e Unidos de Padre Miguel fizeram os melhores desfiles da segunda noite da Série A, sábado. Após o fim da maratona das 14 escolas que formam o grupo, as três são consideradas favoritas ao título, ao lado da Viradouro, que passou na sexta-feira.

Com muitos problemas em alegorias e fantasias, a Caprichosos de Pilares fez uma apresentação caótica, já na madrugada de ontem, e vai lutar contra o rebaixamento.

A União do Parque Curicica abriu a segunda noite de desfiles com um enredo sobre o rico universo do teatro de mamulengos, umdos ícones da cultura nordestina. Comalegorias bastante coloridas, a escola de Jacarepaguá conseguiu contar o enredo com clareza, no entanto, deverá perder décimos no quesito enredo, pois passou na Avenida com um carro a menos do que o previsto.

Por causa de problemas na estrutura, a alegria 3, intitulada ‘Nação Maracatu Mamulenga’, nem chegou a se deslocar para a Sapucaí. Problemas também foram notados na montagem das alas. Algumas entraram na Avenida em lugares trocados.

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Mateus Olivério e Alessandra Chagas, foi um dos destaques. Com uma belíssima fantasia, a dupla, formada para o Carnaval 2016, mostrou entrosamento e vontade.

Osamba-enredo foi outro ponto positivo. Com um refrão contagiante e letra inspirada, ele foi bastante cantado pelos componentes. Merece destaque ainda a passagem da bateria de mestre Léo, que empolgou o público.

Fonte: Correio da Baía, Brasil

Etiquetas

Opinião

Mês corrente

Dezembro, 2020

X