Uncategorized

Algarve está “desativado” oito meses por ano

José Vitorino saudou a presença de Marcelo Rebelo de Sousa no 1º Congresso da Algfuturo

Apesar dos recordes turísticos obtidos nos últimos dois anos, a sazonalidade continua a ser o “grande travão” da economia regional. Esta é a principal conclusão do 1º Congresso da associação empresarial Algfuturo, que decorreu, no passado sábado, em Faro. Ultrapassar este enorme “bloqueio” exige um “programa específico”

A incapacidade da região em cativar turistas na época baixa é a principal fragilidade do Algarve e nem os bons resultados turísticos dos últimos anos conseguem disfarçar esta realidade. “A sazonalidade é o grande travão e desregulador das empresas, economia e sociedade.” Esta é uma das principais conclusões do 1º Congresso da associação Algfuturo, que teve lugar, no passado sábado, na Escola de Hotelaria e Turismo de Faro. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, encerrou o evento.

José Vitorino saudou a presença de Marcelo Rebelo de Sousa no 1º Congresso da Algfuturo

Apesar dos recordes turísticos obtidos nos últimos dois anos, a sazonalidade continua a ser o “grande travão” da economia regional. Esta é a principal conclusão do 1º Congresso da associação empresarial Algfuturo, que decorreu, no passado sábado, em Faro. Ultrapassar este enorme “bloqueio” exige um “programa específico”

A incapacidade da região em cativar turistas na época baixa é a principal fragilidade do Algarve e nem os bons resultados turísticos dos últimos anos conseguem disfarçar esta realidade. “A sazonalidade é o grande travão e desregulador das empresas, economia e sociedade.” Esta é uma das principais conclusões do 1º Congresso da associação Algfuturo, que teve lugar, no passado sábado, na Escola de Hotelaria e Turismo de Faro. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, encerrou o evento. [Ler …]

Opinião

Dezembro, 2020

X