Encontro empresarial transfronteiriço

É nos «Caminhos de Santiago» que o turismo de fronteira ganha dimensão com mais de 80 mil caminhantes a iniciar marcha em Portugal.

Decorreu ontem, 13 de Novembro, nas instalações da Castro Marim Golfe & Country Club, um «Encontro Empresarial Transfronteiriço» para prestar informação sobre as condições que a fronteira oferece e as ferramentas que permitam “exponenciar a raia transfronteiriça luso espanhola, seja em matéria de empregabilidade e mobilidade, como em matéria de potenciação e desenvolvimento turístico».

A iniciativa foi organizada pela Odiana e constou de uma manhã dedicada aos temas transfronteiriços, a qual procurou que fosse «espelho do trabalho desenvolvido nos vários projetos de cooperaçao, mas também da importância que esta tem para o território do Baixo Guadiana»

Silva Madeira afirmou a Odiana com promotora de desenvolvimento do Baixo Guadiana e dos seus Municípios «UNIDOS POR UM RIO».

N abertura do evento participara a presidente da Odiana, Conceição Cabrita, a vice-presidente do Município de Castro Marim, Filomena Sintra, a consejala de Cooperação Transfronteiriça de Ayamonte, Remédios Sánchez, a Delegada Regional do IEFP, Madalena Feu e de Alicia Jariego, do Servicio Andaluz de Empleo.

A primeira parte desta iniciativa, com o selo do projeto EURES Transfronteiriço, falou de temáticas como a mobilidade e o recrutamento além-fronteiras abordadas pelo IEFP e Servicio Andaluz de Empleo. Este serviço visa promover a mobilidade através da remoção de obstáculos aos trabalhadoresempregadores fronteiriços. 

A segunda parte do evento abriu com a apresentação dos resultados do projeto DESTINO FRONTEIRA, com Sílvia Madeira, Diretora da Odiana enumerando um conjunto de resultados provenientes de entrevistas a empresários de ambas as margens do Guadiana, realizadas no âmbito do Plano de Ação Estratégico do projeto. Os pontos fracos continuam a ser a: sazonalidade, fuso horário, circulação de bicicleta entre os países repleta de obstáculos, alojamentos locais isolados, ausência de promoção e desconhecimento recíproco do território (Portugal-Espanha). Os pontos fortes são efetivamente: a Potencialidade da Eurocidade; e a Viabilidade de rotas transfronteiriças várias: Autocaravanas; Enoturismo; Cultural e Gastronómica; Ciclismo; Desenvolvimento do Rio Guadiana a nível turístico. Foi também apresentada uma banda desenhada e Guia de Fronteira concebidos como ferramenta de promoção da raia ibérica.

Ana Ladeiras falou sobre a «Promoção do Efeito Fronteira para a potenciação do Turismo». Como casos de sucesso reais apresenta exemplos de Gastronomia e Enoturismo. No turismo ativo o nicho turístico do birdwatching, observação das aves, que começa a ganhar cada vez maior expressão.

É nos «Caminhos de Santiago» que o turismo de fronteira ganha dimensão com mais de 80 mil caminhantes a iniciar marcha em Portugal. Uma das mais fortes fragilidades reconhecida é o facto da raia transfronteirça estar geograficamente fora dos centros de decisão. Entre as temáticas com mais viabilidade a desenvolver conjuntamente são: Natureza Ativa, Agua Ativa, Bird Watching, Fronteira Histórica e Artística, Rotas do contrabando, Enoturismo. No final, a especialista em turismo lançou o repto com que inicou a apresentação: DESAFIO: construir marca e produto sem perder a identidade.
A encerrar os trabalhos esteve a equipa da AECT Eurocidade do Guadiana com o Diretor Executivo, Luís Romão e o Diretor Técnico, Fran Muñoz, que apresentaram o Projeto EuroGuadiana 2020.


A sublinhar que a primeira parte deste evento foi realizada no âmbito do projeto EURES Transfronteiriço Andaluzia Algarve, liderado pelo Servicio Andaluz de Empleo e pela Delegação Regional do Algarve do Instituto do Emprego e Formação Profissional I.P., e do qual a Odiana é parceira, cofinanciado pelo Programa para o Emprego e a Inovação Social (EaSI) da União Europeia. A segunda parte da iniciativa, focada no Turismo de Fronteira, inseriu-se no projeto DESTINO FRONTEIRA, aprovado no âmbito da Primeira Convocatória do Programa Interreg V-A Espanha- Portugal (POCTEP) 2014-2020, cofinanciado pelo FEDER.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d bloggers like this:

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar