Global

Espanha espreita Eurogrupo e saída de Mário Centeno

retato oficial de Mário Centeno

O diário «El País» de hoje aponta Nadia Calviño como eventual substituta na presidência do Eurogrupo caso Mário Centeno venha a aceitar o governo do Banco de Portugal, na sequência do fim de mandato de Carlos Costa.

O Eurogrupo reúne os ministros das finanças dos 19 países da Zona Euro e Nadia Calviño, não abandonaria a pasta da Economia no governo de Sanchez, acumulando, como o faz Mário Centeno, em Portugal.

O jornal espanhol destaca o facto de Mário Centeno ter ganho a confiança dos parceiros europeus com a sua máxima “Digo sempre que todas as medidas são fantásticas, mas primeiro estão as que podemos pagar“, mas também destaca a insatisfação da Alemanha e as críticas de que ele não viaja muito às diversas capitais, nem prepara as reuniões com antecedência.

O que não se compreende é que o jornal destaque como defesa da candidatura de Calviño o facto de os socialistas europeus estarem desejosos de recuperar quota nas instituições europeias, esquecendo que Mário Centeno faz parte de um governo socialista.

O ministro português ainda não anunciou se vai ou não candidatar-se, pelo que os espanhóis vão ter de esperar até Maio, ocasião em que se tornará necessário apurar um consenso sobre a nova presidência.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar