Festival de Poesia contra a discriminação de genero

No sábado passado, cerca de uma centena de poetas participaram no Festival Internacional Poesia e Arte Grito de Mulher, no espaço de cultura Casa do Sal, em Castro Marim. No encontro participaram poetas do Algarve, Huelva, Sevilha, Cadiz e Badajoz e, ainda uma poeta de Marrocos.
O encontro destinou-se a criar condições para que se irradique8 a violência de género, da qual a mais numerosa vítima tem sido a mulher. Para sensibilizar a opinião pública para o problema foi editado o livro “Por ti Mujer Uniendo Fronteiras” (Por ti Mulher Unindo Fronteiras) , Antologia Grito de Mulher, 218 – Espanha – Portugal, coordenada por Clara Correia e Maria Sanchez.

O festival contou com momentos musicais por Carla Sabino e Natalino Viegas e momentos de Fado por Ângela Mascarenhas e Nádia Catarro. Durante o Festival ocorreu uma mostra de fotografia, a exposição de obras por António Vicente e Manuela Santos e a apresentação de Músicas do Mundo de Mulheres pela Associacion Fronteras. Foi também exibido um vídeo dedicado à Mãe Natureza. O resto do tempo foi ocupado com a leitura dos poemas e num almoço de convívio no restaurante Manuel D’Água, oferecido pela Câmara Municipal de Castro Marim e presidido por Francisco Amaral.

Ana Viegas recebeu a antologia das mãos das coordenadoras que prestaram público agradecimento à Editora Wanceulen, nas pessoas de José Luiz Rua e António Garrido.

dav

 

About the author

novodmin

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar