Festival de Poesia contra a discriminação de genero

No sábado passado, cerca de uma centena de poetas participaram no Festival Internacional Poesia e Arte Grito de Mulher, no espaço de cultura Casa do Sal, em Castro Marim. No encontro participaram poetas do Algarve, Huelva, Sevilha, Cadiz e Badajoz e, ainda uma poeta de Marrocos.
O encontro destinou-se a criar condições para que se irradique8 a violência de género, da qual a mais numerosa vítima tem sido a mulher. Para sensibilizar a opinião pública para o problema foi editado o livro “Por ti Mujer Uniendo Fronteiras” (Por ti Mulher Unindo Fronteiras) , Antologia Grito de Mulher, 218 – Espanha – Portugal, coordenada por Clara Correia e Maria Sanchez.

O festival contou com momentos musicais por Carla Sabino e Natalino Viegas e momentos de Fado por Ângela Mascarenhas e Nádia Catarro. Durante o Festival ocorreu uma mostra de fotografia, a exposição de obras por António Vicente e Manuela Santos e a apresentação de Músicas do Mundo de Mulheres pela Associacion Fronteras. Foi também exibido um vídeo dedicado à Mãe Natureza. O resto do tempo foi ocupado com a leitura dos poemas e num almoço de convívio no restaurante Manuel D’Água, oferecido pela Câmara Municipal de Castro Marim e presidido por Francisco Amaral.

Ana Viegas recebeu a antologia das mãos das coordenadoras que prestaram público agradecimento à Editora Wanceulen, nas pessoas de José Luiz Rua e António Garrido.

dav

 

About the author

novodmin

%d bloggers like this: