Destaque

Jornal do Baixo Guadiana abandona edição em papel

.

.

O Jornal do Baixo Guadiana, mensário do território banhado pelo Guadiana, passará a ser exclusivamente ‘online’ a partir da sua edição de maio e deixará de ser impresso em papel.

A publicação ‘online’ surge numa altura em que a edição impressa do JBG será suspensa durante o período de seis meses. Esta suspensão temporária surge num contexto de dificuldades financeiras, agravada pelo período de transição dos quadros comunitários cujos resultados só se avizinham no final de 2016.

Assim, e neste contexto de instabilidade financeira, a direção da Associação Odiana, proprietária do JBG, deliberou que numa época de forte contenção, a prioridade será manter os postos de trabalho e assegurar o pagamento dos salários dos técnicos.

“Entre ter que optar pelo pagamento dos salários de uma dezena de funcionários da associação e manter a impressão do jornal, a Direção não teve qualquer dúvida, optando não reviver os tempos difíceis de há uns anos, quando estiveram cinco meses sem vencimentos. É uma decisão a contragosto, mas não serei responsável por outra situação de vencimentos em atraso”, declarou o presidente da Direção da Associação Odiana, Francisco Amaral.

Para já, o JBG manter-se-á ativo e presente no território através da edição online. “Pretende-se que neste período de interregno da edição em papel, seja feita uma nova abordagem ao mensário que passará por novas parcerias e uma aposta em publicidade, com maior visibilidade, numa ótica de sustentabilidade do mesmo”, explica o também presidente da Câmara Municipal de Castro Marim.

Quanto aos assinantes do JBG, a Odiana garante que irá “comunicar com os mesmos e tratar das diligências necessárias no sentido de evitar quaisquer transtornos”.

Refira-se que a edição de abril, que sairá no dia 1, ainda será em papel. A alteração para edição online ocorre apenas a partir da edição de maio de 2016.

.

.

.

.

Source: Jornal do algarve

Etiquetas

Opinião

Dezembro, 2020

X