Apoios no colapso da Thomas Cook

Linha de crédito e marketing respondem ao colapso da Thomas CookTurismo de Portugal anuncia 150 milhões de apoio às empresas afetadas e um novo plano para captar turistas para o Algarve e Madeira. Hoteleiros aplaudam mas pedem mais tempo para amortizações.

Cerca de três dezenas de empresas reuniram-se na sede do Turismo do Algarve, em Faro, ao final da manhã de sábado, 28 de setembro, para discutirem as consequências da falência da Thomas Cook.

Veja no barlavento a entrevista de Filipe Silva, vogal do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal, a anunciou uma linha de 150 milhões de euros para minimizar os prejuízos.

El

Powered by WPeMatico

About the author

novodmin

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar