Destaque Território

PS e CDU em VRSA não aceitam ajustamento pelo FAM

 A CDU votou contra o Programa de Ajustamento Municipal, proposto pela maioria PSD na reunião de Câmara Municipal de Vila Real de santo António realizada ontem (dia 28 de setembro), por consederar que este é «contrário aos interesses do Município e das populações deste concelho confrontadas que estão com o agravamento das taxas e tarifas municipais, a acelerada degradação dos serviços públicos e ausência de rumo e de perspectiva de resolução dos problemas numa autarquia que tem sido conduzida para o desastre e que continua a endividar-se». Também o PS votou contra o documento apresentado pela presidente da câmara municipal Conceição Cabrita, remetendo uma posição mais aprofundada para a discussão na Assembleia Municipal que se realiza a 6 de Outubro próximo.

A fundamentação do voto contra da CDU foi apresentada pelo vereador Álvaro Leal na reunião de câmara que apreciou este assunto.  Depois de recordar que o Fundo de Apoio Municipal, criado em 2014 permite a um município adotar medidas para se manter dentro dos limites de endividamento previstos, celebrando um contrato denominado PAM, Programa de Ajustamento Municipal, o vereador lembrou que o primeiro contrato data de Novembro de 2016.

«Apesar da assinatura do contrato, o município continuou a endividar-se desviando-se das metas e das medidas com que se havia comprometido. Apesar deste desvio, só em 23/7/2018, mais de dois anos depois do endividamento ė que a direção executiva do FAM reagiu. Nesse intervalo, realizaram-se as eleições autárquicas com a autarquia folgada para os óbvios gastos», assinala Álvaro Leal.

Quanto à ação do Fundo, a CDU assinala que «Só a partir do mês de junho de 2019, após sete anos de assistência, a direção executiva do FAM assinala aquilo a que apelidou como “uma efetiva viragem na assunção dos compromissos a que a câmara municipal se encontra vinculada”. Entratanto, solicitou uma proposta de revisão do PAM que a câmara municipal apresentou em Julho de 2019.

«A seguir, a direção executiva do FAM passou quase um ano em discursos e análises até que, em 22/5/2020, já em plena pandemia, foi consolidada a versão final da proposta de revisão do PAM, a qual obteve parecer favorável do ROC e a aprovação da direção executiva do FA», como assinalou o vereador.

A CDU acusa a comissão executiva do FAM de ter negligenciado a sua função de regulador e vá permitir à câmara municipal aumentar significativamente o endividamento neste Fundo para 101 milhões de euros, «a quem tem dado provas de que não cumpre e com base em argumentação subjetiva que estende os encargos e medidas de máxima austeridade sobre a população até ao ano de 2051».

A CDU receia que as verbas que terão de ser desembolsadas e rondam os 2,4 milhões de euros por ano possam afetar o desempenho orçamental porque afirma que «as receitas do município encontram-se gravemente afetadas pela transferência para as concessões de muitas das receitas que antes faziam parte dos cofres da autarquia. Perante este panorama, o descontentamento popular sobe porque é visível que as empresas a quem foram cedidas as concessões, pela sua lógica de funcionamento, não executam com o mesmo zelo os serviços antes prestados diretamente pela autarquia».

A CDU lembra também que a direção executiva do FAM «volta a colocar à disposição desta autarquia, como já o fez nas vésperas das autárquicas de 2017, um volume de verbas que a maioria PSD, que a governa, instrumentalizará para fins eleitorais e, como é seu apanágio, não cumprirá os compromissos assumidos. Tal como fez com o primeiro PAM e antes com o PAEL».


.

Últimas

Evento

AGORA PODE COMPRAR A EDIÇÃO EM PAPEL!

Em directo para o seu domicílio, transporte incluído

COVID-19 |Sites de Apoio

Linha SNS24 – Serviço online do SNS
SNS - Área do Cidadão do Portal SNS
Direção-Geral da Saúde – Atualiação permanente das últimas informações oficiais
Organização Mundial da SaúdeRelatórios de acompanhamento ao Covid-19
ECDC - Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças

Windy – Tempo na Foz do Guadiana

%d bloggers like this:

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar