Turismo quer participantes da Web Summit a regressar a Portugal

O rio Tejo vai servir de pano de fundo aos eventos que estão marcados para os finais de tarde de terça e quarta-feira, dias 8 e 9 de novembro. ; Quando terminarem as apresentações principais da Web Summit, a Secretaria de Estado do Turismo e o Turismo de Portugal tomam conta da agenda e a ação passa para o Pavilhão de Portugal. “Vamos ter a Sunset Summit, os nossos finais de dia, pores-do-sol no Pavilhão de Portugal, a partir das quatro da tarde. O objetivo é dar a conhecer, num ambiente descontraído, a oferta portuguesa, desde a gastronomia à cultura. No fundo, aquilo que Portugal tem para cativar as pessoas para ficarem com vontade de cá voltar”, explica ao Dinheiro Vivo Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo.

Contudo, o primeiro evento desta iniciativa acontece já no domingo, dia 6, e bem longe do Parque das Nações. Às cinco da tarde, com a presença do primeiro-ministro António Costa, será inaugurado o Galo Pop de Joana Vasconcelos, no cais da Ribeira das Naus, em Lisboa. “O galo de Barcelos é um ícone da nossa cultura e durante muitos anos foi o cabeça de cartaz da promoção de Portugal. A peça de arte pública da Joana Vasconcelos utiliza azulejos portugueses, mas associa uma componente tecnológica porque o galo à noite fica todo iluminado com leds. Simboliza que Portugal hoje é um país autêntico, tradicional, mas cheio de inovação e tecnologia”, conta a secretária de Estado do Turismo.

Durante a cimeira, o foco de atenção passa para o Pavilhão de Portugal, onde as várias regiões turísticas terão expositores para mostrarem os seus produtos e a todos os portadores de um bilhete para a Web Summit. A programação passará por mostras de produtos regionais, projeções multimédia, música e artesanato.

Mas quem não vai participar na cimeira não tem obrigatoriamente que ficar de fora. Debaixo da pala do Pavilhão haverá uma área lounge e eventos gratuitos. Para começar, as apresentações mais importantes da Web Summit serão transmitidas em direto. “Queremos dar a oportunidade ao público em geral de também experienciar e viver um bocadinho o Web Summit em Portugal”, justifica Ana Mendes Godinho.

Leia aqui: Web Summit: Roteiro fora de horas para o evento do ano

Concertos e vídeo mappings farão também parte da programação acessível a todos. Ao longo da tarde será possível assistir a espetáculos multimédia com mistura de imagens, sons e música e ainda a atuações de reconhecidos artistas portugueses, tal como Viviane, Noiserv, Júlio Resende e Gisela João, que atuarão em vários palcos distintos.

Uma das surpresas mais aguardadas é o sorteio de uma viagem a Portugal. O vencedor poderá regressar ao país em 2017, com o voo e a estadia durante duas noites num hotel de quatro ou cinco estrelas pagos. Para se habilitarem ao prémio, os participantes terão de partilhar fotografias no Twitter e no micro site criado pelo Turismo de Portugal especialmente para a ocasião, utilizando as hashtags #IllBeBackPortugal e #websummit2016.

No fundo, toda a iniciativa estatal tem como objetivo estimular os visitantes da conferência de tecnologia a irem conhecer melhor o país anfitrião. “Nós quisemos aproveitar o momento de visibilidade de termos cá 5o mil pessoas na Web Summit para lhes mostrar Portugal e para lhes criar a vontade de voltarem ao país no futuro”, conclui a Secretária de Estado Turismo, Ana Mendes Godinho.

Turismo quer participantes da Web Summit a regressar a Portugal.

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d bloggers like this:

Ao continuar a utilizar este site, concorda com a política de cookies mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar